Você está aqui Desporto Nacional  

Radio Ecclesia

Angola passou para a segunda frase do Afrobasket

Sábado, 08 Agosto 2009  vanda de carvalho
afrobasket.jpg A selecção nacional de basquetebol, campeã africana, venceu sexta-feira, a sua similar de Moçambique por 93-50, depois de estar empatada ao intervalo a 33 pontos, em partida da última jornada da primeira fase do campeonato Africano (Afrobasket2009) que decorre na Líbia.

 

Ao contrário do que se esperava, os moçambicanos mandaram na primeira parte do jogo, obrigando quase sempre os angolanos a "correrem" atrás do resultado. Depois de terminarem o primeiro quarto em vantagem (12-18), dominando a partida, os pupilos de Carlos Niquice ganharam confiança e acreditaram que seria possível ir mais longe.

 

Foi assim que no período seguinte entraram com a mesma postura e jogados três minutos, para surpresa dos presentes, venciam por 22-13. Luís Magalhães, técnico nacional, que na altura utilizava a segunda equipa, efectuou algumas alterações mas o melhor que conseguiu foi uma igualdade de 33 pontos, já nos segundos derradeiros do intervalo.

 Até então, a selecção nacional estava descaracterizada, perdia muitas bolas e cometia muitos erros defensivos. Além da ineficácia nos lançamentos exteriores, que se arrasta desde o primeiro encontro, Angola foi dominada na luta em baixo das tabelas conquistando apenas 16 ressaltos contra 21 de Moçambique. O adversário que até então não sofria menos de 100 pontos começou a torna-se num obstáculo, não só porque estava motivada com o facto de não ter nada a perder mas também por os campeões africanos continuarem presos nos seus movimento e "órfãos" tacticamente.

 

 Na segunda parte, já com o cinco base, a selecção nacional começou muito cedo a se impor. Com uma defesa "agressiva" e com os jogadores mais soltos marcaram 10 pontos contra dois e antevia-se uma fuga no marcador por parte dos angolanos que vão habituando-se a fazê-lo apenas a partir do terceiro quarto, como aconteceu na jornada anterior.


Os moçambicanos, na sua melhor prestação até ao momento, nesta 25ª edição do Afrobasket2009, voltaram a ameaçar e a dois minutos do fim do referido quarto reduziram para seis pontos (47-41). Mas num curto espaço de tempo Angola aumentou a diferença pontual chegando a 13 no fim do período (55-42) graças a dois triplos seguidos de Carlos Almeida.

 

Apenas nos 10 minutos finais a superioridade angolana veio ao de cima. A defesa aguerrida, característica dos campeões africanos, funcionou plenamente e jogados três minutos e 15 segundos a vantagem era de 21 pontos (63-42) com os pupilos de Luís Magalhães a marcarem oito pontos contra zero, com destaque para Cipriano e Domingos Bonifácio.

 O seleccionador, tendo em conta a subida de prestação dos jogadores, voltou a utilizar a segunda equipa onde Filipe Abraão se destacou tanto a defender como a atacar. Adolfo Quimbamba e Luís Costa também aproveitaram a oportunidade e terminaram com uma prestação positiva.

 

Com esta vitória, Angola termina invicta a primeira fase, com três vitórias em igual número de jogos. Domingo defronta a Líbia em partida da segunda fase

 

 

.