Você está aqui Desporto  

Chapa 100

Segunda, 20 Julho 2009  vanda de carvalho

angolaselec-200.jpgO meu subconsciente diz que na trajectória para o Afrobasquet da Líbia, muitos 100 acompanham o cinco nacional.

 

E nesta caminhada, este 100 trouxe-nos sabores e também alguns dissabores, porque se não vejamos.

 

Partimos para este nova era 100 Lutonda e 100 Ginguba claro saudosismos a parte, o conjunto angolano desenha o 10º titulo.

 

Almada, foi o pontapé de saída e penso que 100 este torneio seria impossível avaliar o nosso gráfico exibicional, porque, por aqui inicialmente partiu o meu cepticismo, quando vi a nossa selecção 100 a exibição que nos habitou, 100 um líder em campo para coordenar todas as acções e 100 o primeiro lugar a nossa mercê, ate porque sei que a meta era o podium.

 

O torneio da lusofonia transpirou-nos alívio, porque o nosso conjunto apareceu 100 a descarga física alegada em Almada.

 

A selecção nacional se reencontrou e 100 desprimor aos adversários encontrados nesta competição, deixou vincado o seu real estatuto de campeão, com uma exibição a nota 100,batemos 100 imensas dificuldades os irmãos de Cabo Verde e a chapa 100 foi o alcance, porque os lançamentos foram concretizados a 100%

 

Assim retomamos o nosso estatuto porque sabemos ganhar e porque o 100 também acompanha os campeões.

 

Com passos firmes e bem assentes ao chão, rapazes, vamos à Líbia 100 triunfalismos exacerbados, alias com a mesma humildade que nos é característica, porque ali o alvo a bater, chama-se Angola.

 

Em campo sabemos ganhar mesmo as vezes 100 o Fair Play, dos nossos opositores.

 

Eu, 100 palavras? Nem pensar, estou apenas despreocupado porque o ouro vai brilhar.

 

Bem-haja, campeões! A lusofonia é nossa, a nossa nota é 100 e aguardamos a chapa 100 na Líbia.

 

Assinado por: Silvano da Silva