Você está aqui Mundo Americas  

Trump toma posse da maior nação do mundo

Sábado, 21 Janeiro 2017  vanda de carvalho

Donald John Trump, 70, tomou posse nesta sexta-feira (20) como o 45º presidente dos Estados Unidos, sucedendo Barack Obama com discurso nacionalista e crítico à classe política, no mesmo tom que marcou sua campanha eleitoral.

Ele prestou juramento diante do Capitólio, em Washington, e discursou em seguida. Na presença de quatro de seus antecessores, um deles republicanos.

O primeiro discurso da cerimónia foi do senador Roy Blunt, responsável pelo Comité da Posse, que fez um histórico da cerimónia e dos discursos já realizados e citou a "celebração da democracia" que o país atravessa no momento da posse de um novo presidente.

Após outros discursos e orações, como o do cardeal Timothy Dolan, e do líder democrata no Senado, Chuck Schumer, ao meio-dia, horário de Washington, o vice-presidente Mike Pence e o novo presidente fizeram o juramento conforme previsto pela Constituição.

Logo em seguida, Trump começou o discurso de posse.

O novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que os Estados Unidos estarão em primeiro lugar durante seu governo.

Em um discurso de pouco mais de 15 minutos durante sua posse, o republicano voltou a reforçar que seu mandato será marcado pelo protecionismo.

"A protecção vai trazer riqueza e força. Daqui para a frente, os impostos, o comércio e a imigração serão para benefício dos trabalhadores americanos e suas famílias."

Trump destacou ainda que a posse não representava apenas uma mudança de poder no país, mas um retorno desse poder para as mãos do povo dos Estados Unidos.

"Somos uma nação só e o sonho deles é o nosso, o sucesso deles deve ser o nosso, dividimos o mesmo destino glorioso. Por muitos anos, enriquecemos outras indústrias em detrimento das nossas, defendemos fronteiras de outras nações e esquecemos de defender a nossa", afirmou o presidente.

"Tornamos outros países ricos, enquanto a riqueza e confiança do nosso país se dissipou no horizonte. Fábricas fecharam, a riqueza da nossa classe média foi retirada de suas casas e distribuída ao redor do mundo", acrescentou.

"Deste dia em diante, uma nova visão vai governar nosso país. Deste dia em diante, os Estados Unidos estarão em primeiro lugar novamente. Estados Unidos em primeiro lugar."

Ao finalizar sua fala, Trump mandou um recado para todos os americanos "de todos as cidades" e de "um oceano a outro": vocês nunca serão esquecidos de novo.

Ele disse que a "voz, a esperança e o sonho" dos americanos vão definir daqui para frente o destino do país.

"Juntos vamos tornar a América, forte, segura e grande de novo", disse, finalizando o curto discurso com seu lema de campanha.