Você está aqui Mundo Americas  

Secretário-geral da ONU condena ataques terroristas a igrejas coptas no Egipto

Terça, 11 Abril 2017  vanda de carvalho

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, condenou este domingo os ataques terroristas contra duas igrejas cristãs coptas, no Egipto, que causaram 44 mortos e 118 feridos.

Guterres expressou as suas “profundas condolências às famílias das vítimas, o Governo e os cidadãos do Egipto”, divulgou em comunicado o seu porta-voz, Stéphane Dujarric.

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) desejou uma rápida recuperação dos feridos e manifestou o desejo de que os autores “do horrível atentado sejam rapidamente identificados e levados à justiça”, noticiou a agência Efe.

Um explosão fez-se hoje sentir na igreja de S. Jorge, em Tanta, a 120 quilómetros a norte do Cairo, durante a celebração eucarística de Domingo de Ramos, que marca o inicio da Semana Santa para a comunidade cristã copta.

Pouco depois, registou-se outro atentado numa catedral da cidade portuária de Alexandria, no litoral mediterrânico.

Os dois atentados foram reivindicados pelo autoproclamado grupo Estado Islâmico, num comunicado difundido pela sua agência de informação Amaq, cuja veracidade já foi comprovada.