Você está aqui Mundo Africa  

Bispos pressionam protagonistas da crise para consenso na RDC

Segunda, 26 Dezembro 2016  vanda de carvalho

A tens√£o caracterizava nesta quinta-feira a conjuntura na Rep√ļblica Democr√°tica do Congo, dois dias depois da viol√™ncia mort√≠fera que marcou o fim do mandato do Presidente Joseph Kabila. A capital, Kinshasa regista uma acalmia, mas incidentes ocorreram nas prov√≠ncias do referido Estado-continente. Os bispos cat√≥licos da Confer√™ncia Episcopal Nacional do Congo, mediadores nas discuss√Ķes entre o poder e a oposi√ß√£o tentam encontrar uma via que desemboque numa sa√≠da da crise, ap√≥s Joseph Kabila ter decidido manter-se no poder at√© Abril de 2018.

 No poder desde 2001 e ap√≥s a conclus√£o do seu segundo mandato presidencial no dia 20 de Dezembro, Joseph Kabila decidiu permanecer no presid√™ncia at√© Abril de 2018, gra√ßas √† um acordo estabelecido com um sector da oposi√ß√£o. Contestado por outros opositores e por uma parte da popula√ß√£o, a decis√£o de Kabila tem provocado confrontos entre manifestantes e as for√ßas da ordem. Segundo a ONG, Human Rights Watch, pelo menos 34 pessoas foram mortas no decurso dos dois √ļltimos dias em recontros com a pol√≠cia e demais for√ßas de seguran√ßa . As autoridades congolesas anunciaram que efectuaram 275 pris√Ķes em todo o pa√≠s.

  A Igreja Cat√≥lica que tem desempenhado um papel importante na abertura democr√°tica da RDC, desde 1990, continua a efectuar uma media√ß√£o entre o poder e a oposi√ß√£o. Os bispos cat√≥licos da Confer√™ncia Episcopal Nacional do Congo(Cenco) apelaram os protagonistas da crise pol√≠tica congolesa para que cheguem √† um consenso ,visando preservar a paz civil no pa√≠s africano. No decurso da sua confer√™ncia, os bispos v√£o apresentar propostas para uma sa√≠da de crise. Segundo observadores locais tudo depender√° da capacidade dos bispos em convencer os protagonistas e em particular o poder a fazer concess√Ķes. Diverg√™ncias permanecem entre os opositores e os apoiantes de Joseph Kabila, no respeitante √† interpreta√ß√£o da Constitui√ß√£o. Os bispos que exercem press√£o sobre os dirigentes congoleses, para evitar uma ruptura definitiva entre os antagonistas e o poder , t√™m como objectivo concluir um acordo entre ambas partes antes do dia 25 de Dezembro, data em que se celebra o Natal.