Você está aqui Mundo Africa  

Não se deve usar a polícia para o ajuste de contas na política alertam bispos católicos na Zâmbia

Quarta, 03 Maio 2017  vanda de carvalho

"Não se deve usar a polícia para o ajuste de contas na política" – é o alerta lançado pela Conferência Episcopal da Zâmbia , depois da prisão brutal do líder da oposição, Hakainde Hichilema, acusado de traição, porque ele teria bloqueado a passagem da comitiva do presidente Edgar Lungu.

No passado dia 11 de Abril – informa a agência Fides - a polícia prendeu Hichilema com uma invasão nocturna em sua casa, arrombando a porta e lançando granadas de gás lacrimogéneo.

Os bispos criticaram a violência desproporcionada e desnecessária com a qual foi realizada a prisão de Hichilema.

A prisão brutal do principal líder da oposição, segundo a declaração de Dom Mpundu, só faz reacender as tensões entre os partidários do Presidente Lungu e os do partido UPND.