Você está aqui Mundo Africa  

Inaugurado hospital de Bangui Papa deixa uma mensagem” quem serve os doentes com amor, serve Jesus”

Sábado, 02 Março 2019  vanda de carvalho

"Esta estrutura nasce com o apoio do Hospital Pediátrico “Meninos Jesus”, engajado desde a primavera de 2016 na formação de médicos e muito mais. Espero que possa se tornar um centro de excelência, onde as crianças possam encontrar respostas e alívio aos seus sofrimentos, com ternura e amor", ressalta o Papa na mensagem de vídeo.

Foi divulgada, neste sábado (02/03), a mensagem de vídeo do Papa Francisco por ocasião da inauguração do novo ambulatório pediátrico em Bangui, na República Centro-Africana.

“Com alegria, saúdo a todos vocês por ocasião da inauguração festiva do novo ambulatório de saúde dedicado às crianças da República Centro-Africana. Esta estrutura nasce com o apoio do Hospital Pediátrico “Meninos Jesus”, engajado desde a primavera de 2016 na formação de médicos e muito mais. Espero que possa se tornar um centro de excelência, onde as crianças possam encontrar respostas e alívio aos seus sofrimentos, com ternura e amor. Não me esqueço! Conservo em meu coração os olhos de dor das muitas crianças desnutridas que eu encontrei durante minha breve visita ao hospital, por ocasião da viagem ao seu país”.

Sinal concreto de misericórdia 

“E ainda me lembro das palavras da doutora que estava ao meu lado”, diz o Papa. “A maior parte vai morrer, disse ela, porque tem malária, forte, e está  desnutrida”. Eu ouvi isso. Não, isso não pode mais acontecer! O sofrimento das crianças é, sem dúvida, o mais difícil de aceitar. O grande Dostoiévski fez a pergunta: “Por que as crianças sofrem?”. Muitas vezes me pergunto a mesma coisa: por que as crianças sofrem? E não encontro uma explicação. Somente olho para o Crucifixo e invoco o amor misericordioso do Pai por tanto sofrimento.”

“Esta estrutura que é inaugurada hoje é um sinal concreto de misericórdia, que encontra sua origem no Ano Santo que eu quis inaugurar antecipadamente, em 29 de novembro de 2015, em Bangui. A primeira porta de uma catedral a ser aberta foi a de Bangui, não a de São Pedro. Foi um gesto que o Senhor inspirou. Atravessando a Porta Santa da Catedral, eu disse: «Bangui se torna a capital espiritual da oração pela misericórdia do Pai. Todos nós pedimos paz, misericórdia, reconciliação, perdão e amor»”, afirma Francisco na vídeo-mensagem.

Fonte: RV