Situação continua estável em Darfur, segundo missão híbrida.

Domingo, 09 Maio 2010  Hugo Ramon Castro

darfur080510A maioria das pessoas deslocadas pelos confrontos entre facções desencadeados em Março último no sul de Darfur regressaram às suas casas na sequência da estabilização da situação de segurança, confirmou a Missão Conjunta das Nações Unidas e União Africana em Darfur (MINUAD).

Uma missão de avaliação interagências esteve durante quatro dias nas aldeias de Guldo e Thur, na província de Jebel Marra, sul de Darfur, numa iniciativa conjunta da MINUAD, do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação dos Assuntos Humanitários (OCHA) e do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR).

A missão, a primeira nessas localidades este ano, destinada a verificar o número de pessoas deslocadas pelos confrontos entre facções e determinar as necessidades humanitárias, estimou que cerca de duas mil pessoas deslocadas internamente continuavam nas comunidades de acolhimento.

As outras localidades da província de Jebel Marra continuam ainda inacessíveis para a MINUAD e os organismos de ajuda que dependem da Missão para lhes fornecer escoltas de segurança.

Por outro lado, a MINUAD, que continua a controlar de perto a situação, apelou a todas as partes na conturbada província de Darfur para se absterem de qualquer novo uso da força.