Revista de Imprensa da Semana

Domingo, 07 Março 2010  Hugo Ramon Castro
SEMANÁRIO A CAPITAL

acap060310O Semanário A Capital destaca: Comandos maltratados e explorados: Efectivo da 23ª Companhia de Tropas Especiais queixam-se de salários em atraso e de outros direitos militares.

Vinte e dois anos de cadeia: Pena máxima para Bruno Leite.

Em 44 anos, nunca a UNITA esteve tão fragilizada. Um fardo para Samakuva.

Escute: Os esclarecimentos de José dos Santos das principais notas que pintam actualidade do Semanário A Capital.

 


{flexiaudio}9445{/flexiaudio}

JORNAL ANGOLENSE

jang060310O Jornal Angolense destaca: Detidos em Cabinda aacusados de "Subversâo ao Estado".

 

Caos total na Universidade Privada de Angola, Estudantes queixam-se da desorganização.

 

Relatório sobre Direitos Humanos revela: Justiça Penal angolana em crise.

 

{flexiaudio}9842{/flexiaudio}a.

 

 

JORNAL O PAÍS

opais_69É manchete no Jornal O País: Poligamia, Sim ou Não?. O assunto omeça a ser discutido. Envolve a sociedade cvil numa mesa redonda, e há farpas entre cristãos e musulmanoes.

Paralemento: Deputados com salários aumentados.

Luisa Falcany: a senhora da LAC em grande entrevista.

Palancas: novo seleccionador dever ser apresentado.

E a Revista Vida tem na capa a Helena Almeida mulher de armas. Faz mesmo que a Polícia Nacional perfil da Ninja que põe todo o mundo em sentido.

 

 

 

SEMANÁRIO ANGOLENSE

sa060310De seguida as matérias de capa do Semanário Angolense:

JES ordena caça ao voto: Apesar de mandato nem ir ao meio e nem sequer set er cumprido dez por cento das promessas feitas em 2008, o líder do MPLA já posicionou os seus cabos eleitorais para nova vitória em 2012.

.Afinal, o ceu não desabou. Personalidades da vida política e da sociedade civil do país associam-se serenamente ao debate sobre a composição étnica de poder executivo despoletado pelo SA.

Jinga Mbandi: Temível rainha discutida em Roma.

Vira-casada na mídia angolana.

Grupo GEMA: as conexões de um polvo de mil e um tentáculos.

The Wall Sreet Journal: Gogle e Microsoft trocam farpas questõas antitruste.