Você está aqui Angola Politica  

“Combate a Corrupção” uma das promessas de João Lourenço

Segunda, 20 Fevereiro 2017  vanda de carvalho

O candidato do MPLA a Presidente da República nas próximas eleições, prometeu apertar o cerco a corrupção caso vença as eleições de Agosto. 

No seu primeiro discurso como candidato à Presidente da República pelo MPLA, João Lourenço disse ser dever de todos os angolanos combater a corrupção.

O número um da lista do partido no poder encorajou os angolanos a trabalhar para produzir os próprios bens alimentares, na sua terra, em quantidade e qualidade suficientes.

Acredita que o país tem condições por ter terra e água abundantes e bom clima, precisando apenas de prestar maior atenção à agricultura.  

Considerou uma "vergonha" que a carne para o cidadão tenha de ser importada, quando se pode criar gado e estender a rede de matadouros, para que se consuma carne nacional.  

Disse que a população deve alimentar-se bem para ter saúde, sem necessidade de gastos de divisas, salvo para alimentos que não possam ser produzidos no país.  

O candidato do MPLA recomendou que os angolanos descubram o que falta para fazer de Angola um grande celeiro, que produza abundantemente cereais, carne, peixe e todos os outros bens da cesta básica para a população.  

Falou ainda da necessidade de estabelecer parcerias com privados e com a sociedade civil, para a construção de infra-estruturas e gestão de empreendimentos sociais.  

Falou da necessidade de investir na industrialização do país, partindo essencialmente da electrificação, de modo a que a energia eléctrica chegue a todas as casas e sirva a indústria do futuro.

Salientou que o país, além das boas terras e muitos rios para agropecuária, deverá melhorar a exploração dos recursos marinhos, investindo nas infra-estruturas de terra, como portos pesqueiros e nos sistemas de conservação.

Desta forma, sustentou, será possível levar os produtos marítimos em condições aceitáveis à mesa do cidadão.