Você está aqui Angola Politica  

Já se vota em Angola

Quarta, 23 Agosto 2017  vanda de carvalho

A votação para as eleições gerais em Angola iniciou-se à 07:00 desta Quarta-feira 23 de Agosto, tratam-se das quartas eleições em Angola, as segundas nos moldes actuais, mais de 9,3 milhões de angolanos estão inscritos.

Mais de 1.440 observadores entre nacionais e internacionais estão acreditados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE). Os principais candidatos votam em Luanda, onde José Eduardo dos Santos, vota pela última vez ainda nas funções de Presidente da República.

A estas eleições concorrem o Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), com João Lourenço como cabeça-de-lista, a União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), repetindo Isaías Samakuva como candidato, o mesmo acontecendo com a Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), em que Abel Chivukuvuku volta a liderar a lista, tal como em 2012, o Partido de Renovação Social (PRS) vai a votos com o novo líder, Benedito Daniel, escolhido em Maio, enquanto pela Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) concorre Lucas Ngonda como cabeça-de-lista, a Aliança Patriótica Nacional (APN) estreia-se nesta votação, com a lista liderada pelo antigo deputado Quintino Moreira.

A CNE constituiu 12.512  assembleias de voto, que incluem 25.873 mesas de voto, algumas a serem instaladas em escolas e em tendas por todo o país, com o escrutínio centralizado nas capitais de província e em Luanda, estando 9.317.294 eleitores em condições de votar.

A Constituição angolana aprovada em 2010 prevê a realização de eleições gerais a cada cinco anos, elegendo 130 deputados pelo círculo nacional e mais cinco deputados pelos círculos eleitorais de cada uma das 18 províncias do país (total de 90).