Você está aqui Angola Politica  

PGR considera sensível acusação da justiça portuguesa contra Manuel Vicente

Quinta, 05 Outubro 2017  vanda de carvalho

O Procurador-geral da República, João Maria de Sousa, disse que a procuradoria angolana continua sem qualquer posicionamento sobre os supostos actos de corrupção activa que pesam contra o ex-vice-presidente da república de Angola, Manuel Domingos Vicente.

Falando nesta quarta-feira, em Luanda, João Maria de Sousa, considerou o caso de sensível, esclarecendo mesmo que o processo esteve quase a ser transmitido para as autoridades angolanas mas o Ministério Público português recuou na decisão, garantindo por outro lado que ainda decorrem conversações entre os dois Estados.

Escute: Repórter Silvano da Silva – PGR fala do caso Manuel Vicente

De recordar que nesta Quarta-feira, 25 novos procuradores, foram empossados, em Luanda, pelo Procurador-Geral da República, João Maria de Sousa, depois de um períodos de estágio no Instituto Nacional de Estudos Judiciários (INEJ), para o Ministério Público.

Aos novos magistrados do Ministério Público, o Procurador-Geral da República pediu para que exerçam a função com imparcialidade e urbanidade, com parcimónia, responsabilidade e lealdade aos superiores interesses do Estado.