Você está aqui Angola Cultura  

Mbanza Kongo é património da humanidade

Sábado, 08 Julho 2017  vanda de carvalho

O Centro Histórico da Cidade de Mbanza Kongo ganhou neste sábado, o estatuto de Património Mundial, fruto da sua inclusão na lista de bens e sítios culturais sob a protecção da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

A candidatura de Mbanza Kongo teve votação unânime dos membros do Comité do Património Mundial.

A inclusão da antiga capital do Reino do Kongo acontece no âmbito da 41ª sessão do Comité do Património Mundial que decorre na cidade de Cracóvia, na Polónia.

O projecto "Mbanza Congo, cidade a desenterrar para preservar", que tinha como principal propósito a inscrição desta capital do antigo Reino do Congo, fundado no século XIII, na lista do património da UNESCO, foi oficialmente lançado em 2007.

O centro histórico de Mbanza Congo, na província do Zaire, no norte de Angola, está classificado como património cultural nacional desde 10 de junho de 2013, um pressuposto indispensável para a sua inscrição na lista de património mundial.

A candidatura de Angola destacava que o Reino do Congo estava perfeitamente organizado aquando da chegada dos portugueses, no século XV, uma das mais avançadas em África à data.

A área classificada envolve um conjunto cujos limites abrangem uma colina a 570 metros de altitude e que se estende por seis corredores. Inclui ruínas e espaços entretanto alvo de escavações e estudos arqueológicos, que envolveram especialistas nacionais e estrangeiros.