Você está aqui Angola Sociedade  

Médicos sem fronteiras junta-se aos apelos da Cáritas e garante assistência sanitária aos milhares de refugiados

Quarta, 17 Maio 2017  vanda de carvalho

A organização não-governamental Médicos Sem Fronteiras (MSF) anunciou esta Terça-feira que está a prestar assistência sanitária aos milhares de refugiados da República Democrática do Congo (RD Congo) que se encontram em Angola, com especial foco para a situação nutricional das crianças.

Em comunicado a que a Lusa teve acesso, a organização refere que foram instaladas duas clínicas nos campos de Mussengue e Kakanda, na província da Lunda Norte, para onde fugiram, desde Abril, mais de 20 mil refugiados congoleses.

Além da situação nutricional, a organização vai realizar, em colaboração com as autoridades de saúde local, campanhas de vacinação, bem como melhorar o abastecimento de água e saneamento para evitar a propagação de doenças.

De acordo com a nota, nas duas primeiras semanas de actuação dos MSF, nos campos do Dundo, capital da província da Lunda Norte, a 15 quilómetros da fronteira com a RD Congo, as equipas centraram-se em analisar as necessidades dos milhares de refugiados, a maioria crianças.

De recordar que a caritas de Angola lançou oficialmente esta Segunda- feira uma campanha nacional de solidariedade a favor dos refugiados da república democrática Congo.

Os últimos dados apontam para mais de 20 mil refugiados do Congo que se encontram no centro de acolhimento na diocese do Dundo, província da Lunda norte.