Você está aqui Angola Sociedade  

Ministro do interior considera débil policiamento nocturno em Luanda

Terça, 07 Novembro 2017  vanda de carvalho

Ângelo de Veiga Tavares, quer ver mais polícias a trabalhar no período nocturno, por constar débil policiamento de noite sobretudo em Luanda e recorda que a par do salário dos agentes da polícia tem subsídio de risco na ordem dos 30%.

Entretanto, reagindo a solicitação do ministro do interior, o segundo comandante da polícia nacional, Paulo de Almeida, considera esta uma mera vontade política do governante e lembra que a polícia tem insuficiência de meios técnicos e de infra-estruturas.

Escute: Repórter Silvano da Silva – policiamento nocturno