Você está aqui Angola Sociedade  

ACNUR confirma: refugiados detidos no país não são imigrantes ilegais

Quinta, 14 Dezembro 2017  vanda de carvalho

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados, HCNUR, confirmou na manha desta quinta-feira em entrevista a ecclesia a detenção ilegal de quase 20 refugiados em Angola.

O chefe de protecção do HCNUR atribuiu as causas das detenções, á falta de um órgão do executivo, capaz de tratar a questão legal dos refugiados em Angola.

A revogação há dois anos da antiga lei dos refugiados em Angola, levou a extinção da instituição que velava pelos interesses legais dos refugiados.

A nova lei aprovada em 2015, criou no papel uma outra instituição, mas que na prática tal instituição não existe.

Enquanto isso, muitos refugiados em Angola estão agora com documentos caducados.

Escute: Repórter Joana Zunguila - refugiados detidos no país não são imigrantes ilegais