Você está aqui Angola Sociedade  

INAC denúncia rituais de iniciação feminina

Segunda, 28 Janeiro 2019  vanda de carvalho

A directora do Instituto Nacional da Criança (INAC), Ana Teresinha, classifica como dolorosos alguns rituais de iniciação feminina, que decorrem em algumas províncias do país, considerando que os mesmos contrariam o disposto na Lei sobre a Protecção Integral da Criança.

Para o ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher apesar de o país não ter registos oficias de casos de mutilação genital feminina a mobilidade de pessoas pode originar a prática.

Escute: Repórter Silvano da Silva – iniciação femenina