Você está aqui Angola Economia  

Unitel passa a controlar BFA e substitui BPI

S√°bado, 07 Janeiro 2017  vanda de carvalho

A Unitel concluiu esta quinta-feira, a operação de compra de 2% do capital do Banco de Fomento Angola (BFA) ao Banco Português de Investimento (BPI), passando assim a controlar 51,9% da instituição financeira angolana", anunciou a operadora em comunicado. A venda dos 2% do BFA e consecutiva perda do controlo foi uma imposição do Banco Central Europeu (BCE), que obrigou o banco português a reduzir a sua exposição a Angola.

Mário Leite da Silva, administrador do BPI em representação da Santoro de Isabel dos Santos, assumirá o cargo de presidente do conselho de Administração do BFA, substituindo Fernando Ulrich, presidente do BPI. Mário Leite da Silva é o homem forte de Isabel dos Santos, em Portugal é também administrador da Efacec, da NOS e do BIC, empresas onde a Santoro de Isabel dos Santos controla o capital ou é acionista maioritária.

Pelos 2% do BFA, a Unitel ir√° pagar 28 milh√Ķes de euros. Foi apenas no final do ano passado, e j√° depois da opera√ß√£o de compra dos 2% aprovada em Assembleia Geral, que a Unitel pagou a √ļltima parcela da opera√ß√£o de entrada no BFA, em 2008. Estava em d√≠vida 30 milh√Ķes de d√≥lares (cerca de 28 milh√Ķes de euros). A Unitel deve ainda 66 milh√Ķes de euros relativos a dividendos de 2014 e 2015.

"Com esta operação, o BFA consolida a sua imagem de referência na banca angolana, assumindo-se como um exemplo de excelência e inovação e uma mais-valia para a economia do país, demonstrando a confiança na economia angolana num momento em que os seus grandes desafios começam a ser vencidos", afirma a Unitel em comunicado.