Você está aqui Angola Educação  

Simprof lança ultimato aos ministérios da educação e finanças

Segunda, 27 Setembro 2010  
simprofSob pena de decretar greve dentro de quinze dias, o sindicato de professores em Luanda dá ultimato aos ministérios da educação e das finanças, sob pena de declarar greve na capital.

Acertos de categoria, subsídios diversos, entre outros pontos constam do caderno reivindicativo do SINPROF.

A Ecclésia apurou que em preparação da assembleia provincial um ultimato chega á direcção de educação de Luanda nas próximas horas.

O secretário-geral do SIMPROF em Luanda Tomé Laureano falou á Ecclésia.

Tome Laureano, Avançou igualmente, que os filiados deram um ultimato de 15 dias para que as entidades competentes resolvam o problema.

O homem forte do SIMPROF em Luanda, espera por esclarecimentos do ministério da educação para a resolução do problema que já se arrasta há mais de dois anos.

Faltam apenas 15 dias para a possível greve dos professores em Luanda, numa altura em faltam menos de três meses para o fim do ano lectivo 2010 no ensino público.

Recorde-se que o assessor da direcção provincial da educação de Luanda a direcção provincial de educação de Luanda, prometeu resolver o caso, sem avançar datas.

Lourenço Neto, e a promessa de pagamento dos subsídios dos professores para evitar uma eventual greve no ensino público.