Você está aqui Religiosa  

Papa celebra Missa de Finados no Cemitério Laurentino

Sexta, 02 Novembro 2018  vanda de carvalho

O Laurentino será o quarto cemitério visitado pelo Santo Padre por ocasião do Dia de Finados. Por três anos consecutivos – 2013, 2014 e 2015 – o Papa celebrou Missa no Cemitério de Verano. Em 2016 em Prima Porta e em 2017 no Cemitério estadunidense em Nettuno, visitando depois o santuário nas Fossas Ardeatinas, onde rezou. Este ano, no entanto, Bergoglio irá para o extremo sul de Roma.

Localizado para além do "Grande Raccordo Anular”, em Trigoria, o Cemitério Laurentino ergue-se no coração da zona rural romana. Abrange uma área de cerca de 27 hectares e é o terceiro maior dos onze cemitérios da capital.

O Cemitério Laurentino foi consagrado em 9 de março de 2002 pelo então cardeal vigário Camillo Ruini. Actualmente, está em andamento um projecto para ampliar a estrutura dos municípios VIII, IX e XI. No seu interior não há construções monumentais, e é possível realizar sepultamentos no chão e o serviço de enterro de cinzas também está activo.

Em 4 de Janeiro de 2012, foi inaugurado o “Jardim dos Anjos” dentro do cemitério: uma área verde de cerca de 600 metros quadrados dedicada ao sepultamento de crianças que nunca nasceram devido a uma interrupção da gravidez (espontânea ou voluntária). Cercado por uma sebe, o Jardim está localizado em frente ao "Campo das Crianças" e é simbolicamente guardado por duas grandes estátuas de mármore representando dois anjos, símbolo de inocência e pureza.

O Laurentino é o único cemitério da capital com uma capela própria em seu interior. A Igreja de Jesus Ressuscitado foi inaugurada em 2012. A Missa de bênção da obra foi presidida em 1º de Novembro pelo vigário da época, cardeal Agostino Vallini. A capela tem uma estrutura circular, ocupando uma área de 220 metros quadrados com cerca de 140 lugares e tem um grande pátio de cerca de 120 metros quadrados.

O Pontífice será acolhido pelo seu Vigário para a Diocese de Roma, cardeal Angelo De Donatis, pelo bispo auxiliar do sector sul Dom Paolo Lojudice, e pelo capelão da Igreja do Jesus Ressuscitado, localizado dentro do Laurentino, padre  Claudio Palma.