Você está aqui Religiosa Santa Sé  

Na mensagem Urbi Ut Orbi Papa pede ao mundo “mais humano e mais digno”

Segunda, 25 Dezembro 2017  vanda de carvalho

O Papa deixou hoje no Vaticano os seus votos natalícios à cidade de Roma e ao mundo, sublinhando o compromisso de transformação da sociedade que o nascimento de Jesus representa.

“Como a Virgem Maria e São José, como os pastores de Belém, acolhamos no Menino Jesus o amor de Deus feito homem por nós e comprometamo-nos, com a sua graça, a tornar o nosso mundo mais humano, mais digno das crianças de hoje e de amanhã”, disse Francisco, desde a varanda central da Basílica de São Pedro.

A tradicional intervenção de 25 de Dezembro, que antecedeu a bênção solene ‘urbi et orbi’ [à cidade (de Roma) e ao mundo], foi transmitida em directo para dezenas de países, incluindo Portugal.

“A fé do povo cristão revive, na liturgia do Natal, o mistério de Deus que vem e assume a nossa carne mortal, fazendo-se pequenino e pobre para nos salvar. E isto enche-nos de comoção, porque é demasiado grande a ternura do nosso Pai”, referiu o Papa.

Francisco sublinhou que os primeiros a reconhecer este acontecimento foram pessoas humildes, os pastores de Belém.

“Aqueles homens, humildes mas vigilantes, são um exemplo para os crentes de todos os tempos que, diante do mistério de Jesus, não se escandalizam da sua pobreza, mas, como Maria, fiam-se na palavra de Deus e, com olhos simples, contemplam a sua glória”, precisou.

O Papa estendeu a sua bênção aos peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, bem como aos que acompanharam esta cerimónia através da rádio, televisão e outros meios de comunicação, com “cordiais votos de Boas Festas”.

“Que o nascimento de Cristo Salvador renove os corações, suscite o desejo de construir um futuro mais fraterno e solidário, conceda alegria e esperança a todos. Feliz Natal!”, concluiu Francisco, já após a recitação da oração do ângelus.