Você está aqui Religiosa Santa Sé  

Papa pede aos pais que baptizem as crianças

Quinta, 12 Abril 2018  vanda de carvalho

O Papa Francisco pediu hoje aos pais católicos que baptizem os seus filhos, sem adiar esta decisão, que considera um ato fundamental na educação religiosa das crianças.

“Não vos esqueçais, baptizai as crianças”, pediu, falando perante milhares de peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, para a audiência pública semanal.

No início de um novo ciclo de catequeses, que vai dedicar ao Baptismo, Francisco sublinhou que muitos defendem que se adie este Sacramento e questionam o ato de baptizar uma criança.

“Alguns pensam: mas porque baptizar uma criança que não entende? Esperamos que ela cresça, que perceba e que seja ela mesma a pedir o Baptismo. Mas isto significa não ter confiança no Espírito Santo, porque quando baptizamos uma criança, nessa criança entra o Espírito Santo.  O Espírito Santo faz crescer nessa criança, desde pequena, virtudes cristãs que depois vão florescer”, precisou.

“Deve dar-se sempre esta oportunidade a todos, a todas as crianças, de ter dentro de si o Espírito Santo que as guia durante a vida”, acrescentou, em defesa do Baptismo das crianças, na “fé dos pais”.

Segundo o pontífice, “ninguém merece o Baptismo”, que é sempre um “dom gratuito” para todos, adultos ou bebés.

Francisco convidou todos a conhecer a data em que foram baptizados e a celebrá-la como “segundo aniversário”, um dia de “renascimento”.

O Baptismo, precisou, “cristifica”, ou seja, permite que Cristo “viva” em cada crente e leva-o a “colaborar na Igreja, cada um segundo a sua condição, na transformação do mundo”.

O Papa falou ainda do facto de, mesmo quando o sacramento não se celebra com a “imersão” do corpo na água, este ser um momento em que a “alma está imersa em Cristo para receber o perdão do pecado”.

Nas saudações aos peregrinos, Francisco pediu que os cristãos sejam “missionários desta vida nova”, para que “o mundo acredite e seja transformado”.

O pontífice deixou, como é tradição, um cumprimento aos peregrinos de língua portuguesa: “Queridos amigos, ser baptizado significa ser chamado à santidade. Imploremos a graça de poder viver os nossos compromissos baptismais como verdadeiros imitadores de Jesus, nossa esperança e nossa paz. Que Deus vos abençoe!”.

O encontro com peregrinos e visitantes de vários países começou com um percurso em papamóvel, pela Praça de São Pedro, no qual o Papa foi acompanhado, dentro do carro, por um grupo de crianças.

Antes da audiência, o Papa cumprimentou dois criadores de lamas e alpacas, da província italiana de Bolzano, que lhe ofereceram um solidéu e meias feitas com lã de alpaca.