Você está aqui Religiosa Santa Sé  

Papa aos novos sacerdotes: não se cansem de ser misericordiosos

Segunda, 23 Abril 2018  vanda de carvalho

O Papa Francisco presidiu hoje, no Vaticano, à ordenação de 16 sacerdotes, numa Missa que assinalou o 55.º Dia Mundial de Oração pelas Vocações.

“Não pareis de ser misericordiosos, pensai nos vossos pecados e misérias que Jesus perdoa”, disse Francisco, na sua homilia.

O Papa pediu aos novos padres que o seu único interesse seja “o serviço a Deus pelo bem do Santo Povo de Deus”.

A intervenção seguiu a homilia proposta pela edição italiana do Pontifical Romano para a ordenação de presbíteros.

A celebração teve início às 09h15 (menos uma em Lisboa), na Basílica de São Pedro.

Os novos presbíteros foram ordenados no IV Domingo de Páscoa, conhecido como o domingo do ‘Bom Pastor’; seis deles foram formados no colégio diocesano ‘Redemptoris Mater’; cinco estudaram no Seminário Maior Romano; quatro pertencem à Família dos Discípulos; e um à Pequena Obra da Divina Providência (Don Orione).

Madagáscar, Croácia, Vietname, Colômbia, Mianmar ou El Salvador estão entre os países de origem dos sacerdotes.

Após a Missa, Francisco presidiu à recitação do ‘Regina Coeli’, desde a janela do apartamento pontifício, voltando ao tema do Dia Mundial de Oração pelas Vocações em 2018, “Escutar, discernir, viver o chamamento do Senhor”.

“Agradecemos a Deus porque continua a suscitar na Igreja histórias de amor por Jesus Cristo, para louvor da sua glória e ao serviço dos irmãos. Hoje, em particular, agradecemos pelos novos sacerdotes que ordenei há pouco na Basílica de São Pedro; peçamos ao Senhor que mande muitos bons operários para trabalhar no seu campo, bem como que multiplique as vocações à vida consagrada e ao matrimónio cristão”

Quatro dos sacerdotes recém-ordenados subiram à janela para saudar a multidão e dar a bênção com o Papa.

Na sua catequese dominical, Francisco tinha sublinhado a importância de “conhecer Jesus”, que está próximo de cada um e sabe dos seus “projectos” e “esperanças”.

“Que Maria, nossa Mãe, nos ajude a amadurecer uma relação cada vez mais forte com Jesus ressuscitado, para segui-lo no caminho da vida. Neste Dia Mundial de Oração pelas Vocações, que Maria interceda com generosidade e perseverança ao Senhor, que chama a deixar tudo pelo seu Reino”.

Na sua mensagem para o Dia Mundial das Vocações, que se celebra este domingo na Igreja Católica, o Papa Francisco desafia os jovens católicos a superar as “tentações da ideologia e do fatalismo”.

“Hoje temos grande necessidade do discernimento e da profecia, de superar as tentações da ideologia e do fatalismo e de descobrir, no relacionamento com o Senhor, os lugares, instrumentos e situações através dos quais ele nos chama”, escreve o pontífice, na mensagem divulgada pelo Vaticano.

A Igreja Católica em Portugal está a viver  a Semana de Oração pelas Vocações, este ano com propostas da Diocese de Bragança-Miranda, incluindo um vídeo com jovens.

O guião nacional para iniciativa inclui a mensagem do Papa Francisco, uma proposta de rosário vocacional e Lectio Divina, uma vigília de oração e catequeses para crianças e para jovens.