JMJ RIO2013: Missas e catequeses terão 300 bispos e 4 mil sacerdotes

Terça, 11 Junho 2013  Sammy de Jesus

A Jornada Mundial da Juventude Rio2013 terá catequeses e missas celebradas em 20 línguas diferentes, tudo para facilitar a comunicação com os jovens provenientes de diversos países, que poderão acompanhar a programação na sua língua materna. As missas serão celebradas por 300 bispos dos países de origem dos grupos de peregrinos, em 273 locais diferentes na cidade do Rio de Janeiro, como igrejas, casas de show, escolas, salões, quadras polidesportivas e até numa escola de samba.

Para os momentos de catequese, a serem realizados nas manhãs dos dias 24, 25 e 26, a cidade e as sub-sedes (Nova Iguaçu, Niterói e Duque de Caxias) foram divididas por idiomas, com o objetivo de melhor acomodar os estrangeiros e facilitar a circulação. Segundo o Diretor Executivo do Setor de Preparação Pastoral e Catequese, Padre Leandro Lenin, a catequese é o momento dos jovens aprofundarem o tema da Jornada: “As catequeses acontecem em todas as edições das JMJs. Elas também são muito importantes porque promovem uma integração entre os peregrinos falantes da mesma língua. É a nossa oportunidade de aprofundar o tema da Jornada que esse ano é “Ide e fazeis discípulos entre todas as nações”. “Na Jornada, a maior parte dos eventos é de massa. E a catequese é para ser um momento mais íntimo”, explicou Padre Leandro.

O sacerdote disse ainda que, além da divisão por idiomas facilitar o acesso dos estrangeiros a seus consulados, vai ajudar também a programar os locais de hospedagem. “A nossa preocupação é que a catequese atenda a oferta de hospedagem, pois todas as casas e instituições de acolhida devem estar girando em torno de uma área de catequese”, explicou. Cerca de 300 voluntários ajudaram a selecionar os possíveis locais para acolher os peregrinos.

O dia do peregrino começará com a distribuição dos kits de café da manhã, para quem optou pela alimentação na hora da inscrição. Os peregrinos sairão de suas casas acolhedoras onde estarão hospedados e seguirão em direção a uma das 273 sedes de catequese. O bispo fará uma palestra sobre o tema da Jornada e será aberto um espaço para os jovens fazerem perguntas. A manhã será encerrada com a celebração da missa, por volta de 13h. Todas as sedes de catequese terão, pelo menos, um bispo e de 10 a 15 sacerdotes acompanhantes de seus grupos de peregrinos. No total, serão quase 300 bispos e mais de 4 mil padres.

Padre Leandro disse também que os espaços disponibilizados em cada bairro para catequese foram fundamentais como critério de escolha dos grupos. “Alguns grupos maiores, como o de brasileiros, tiveram que ser alocados em locais como Catedral Metropolitana e o Riocentro. Já grupo bem menores, como árabes, puderam ser acomodados em espaços menores e paróquias menores. Paróquias com padres e religiosos de outras nacionalidades também influenciaram na escolha. É uma forma dos jovens terem uma referência de seus países aqui no Rio”, observou o padre.

Estima-se que em cada catequese participarão de 25 pessoas a cinco mil. Serão 133 sedes em português e 50 em língua espanhola. Línguas como grego, tcheco e croata não ficaram de fora da programação.

A Zona Norte é a região que tem maior mistura de línguas, são 14 idiomas diferentes. O motivo principal é por abrigar várias paróquias com representantes dessas línguas. Pela oferta de espaços mais amplos, a Zona Oeste bateu recorde de sedes, são 50.

   ANGOLA

Politica

 

Economia

 

Sociedade

 

Cultura

 

Desporto

 
   RELIGIOSA

Santa Sé

 

Dominical

 

Dioceses

 

Paróquia

 

Comunidades

 
   MUNDO

Africa

 

Europa

 

América

 

Asia

 

PALOP