Você está aqui Mundo Asia  

Sismo e Tsunami atingem o Japão

Terça, 22 Novembro 2016  vanda de carvalho

Um violento sismo atingiu esta noite a costa do Japão, dando origem a ondas de Tsunami na zona de Fukushima.

A intensidade do abalo foi revista da magnitude inicial de 7.3 para 6.9 pelas autoridades norte-americanas e para 7.4 pelas autoridades japonesas.

O sismo ocorreu a 67 quilómetros a nordeste de Iwaki, a uma profundidade de 10 quilómetros, às 20.59 horas desta segunda-feira (hora de Portugal continental), segundo o registo do instituto geológico dos EUA (USGS).

Está em vigor na zona costeira de Fukushima uma ordem de evacuação, sendo possível observar várias ondas de Tsunami a atingirem a costa. A televisão pública japonesa adianta que há registo de ondas com 1,40 metros, 90 cm, 80 cm, 60 cm, 50 cm e 40 cm, em diversas zonas da costa nipónica.

Os operadores das centrais nucleares indicaram que nenhuma anomalia foi registada e que as centrais estão paradas.

A emissora pública NHK, que interrompeu a programação para transmitir informações sobre o sismo, pediu às pessoas para avisarem os vizinhos e fugirem por causa do Tsunami.

Até ao momento, não há informações relativas a danos ou vítimas, tendo apenas sido registado um incêndio numa refinaria, segundo a NHK.

Uma unidade de crise foi aberta pelo Governo para dar informações e instruções para ajudar as pessoas.

Os japoneses estão mais sensíveis aos riscos desde o Tsunami de março de 2011, provocado por um sismo de 9,0 na escala de Richter.

Aquele sismo provocou a morte a 18 mil pessoas e uma catástrofe nuclear em Fukushina.

O arquipélago japonês sofreu em abril dois fortes sismos na região de Kumamoto, seguido por mais 1.700 réplicas que provocaram a morte a 50 pessoas e grandes danos.