Você está aqui Mundo Asia  

Aumenta o número de vitimas mortais dos atentados no Sri Lanka

Quarta, 24 Abril 2019  vanda de carvalho

Subiu para 359 o numero de vítimas mortais dos atentados terroristas de domingo contra a comunidade católica no Sri Lanka.

Entretanto, no país prosseguem a cerimónias fúnebres das vitimas dos ataques que mataram 39 estrangeiros, entre eles um português, e pelo menos 45 crianças ou adolescentes, de acordo com a ONU.

Os bombistas suicidas provocaram a carnificina ao atacarem três hotéis de luxo e três igrejas, em plena missa, na capital do Sri Lanka, Colombo, e em outras partes do país.

As autoridades atribuíram o derramamento de sangue a um grupo extremista islâmico local, o National Thowheeth Jama'ath, com o apoio internacional.

"Tudo o que sabíamos anteriormente era que havia ligações estrangeiras e que isto não poderia ter sido feito apenas localmente," declarou o primeiro-ministro do Sri Lanka, Ranil Wickremesinghe.

O ministro da Saúde e porta-voz do governo cingalês, Rajitha Senaratne, revelou que "os serviços secretos internacionais informaram, no inicio de abril, que este incidente iria ocorrer no país, que haveria bombistas-suicidas a atacar vários locais.

As autoridades acreditam que os ataques foram uma retaliação pelo recente ataque a mesquitas na Nova Zelândia