Você está aqui Religiosa Dominical  

Peregrinação a S.José termina com apelos ao reforço da fé e a dignificação do trabalhador

Domingo, 29 Abril 2018  vanda de carvalho

Encerrou este Domingo na Diocese de Viana a peregrinação ao santuário de São José de Calumbo.

O Bispo da diocese de Viana começou por agradecer a todos os presentes nesta peregrinação anual 2018, que decorre sob o lema” São José modelo de fé recebida”.

O prelado começou por falar do momento que se vive que é o Vº domingo de Páscoa, que se estende durante 7 semanas, momento em que se celebra o facto extraordinário que consiste em que o Deus pai ressuscita o seu filho da morte.

Neste Vº Domingo de Páscoa, a uma expressão que se aplica da videira, que vem do antigo testamento, a imagem da videira já existe da qual nós somos os ramos.

“A vinha do senhor é o seu povo, Cristo é a videira, e nos somos os seus ramos”, exortou

A festa de São José celebra-se este ano no âmbito dos 10 anos da diocese e do triénio da CEAST, em que dedica a juventude.

Em relação a São José, Dom Joaquim começou por falar do símbolo de São José com o menino ao colo, “ estamos aqui para honrar o padroeiro de todos os trabalhadores, ninguém pode esquecer da festa de 19 de Março que é dedicada ao Pai São José, “ São José é tão espiritual que tem duas festas anuais” o dia do pai e do trabalhador”.

Por isso, o prelado defendeu a criação de condições para que a igreja de São José de Calumbo, se torne no futuro no centro de espiritualidade e estudos sobre São José.

Atendo-se na carta apostólica de São João Paulo II sobre São José, o bispo de Viana disse que com a encarnação de Jesus, São José faz parte da família que constitui um paralelismo com a santíssima trindade terrestre por analogia à família divina.

Escute: Homilia Dom Joaquim Ferreira Lopes Bispo de Viana - encerramento da peregrinação