Você está aqui Religiosa Dominical  

Bispos encerram II Assembleia Plenária anual

Segunda, 26 Novembro 2018  vanda de carvalho

Terminou em Luanda, a Segunda Assembleia Plenária Anual dos Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST). Durante cinco dias, os Bispos Católicos analisaram diferentes aspectos marcantes da vida socio-religiosa do País.

Coube a Dom José Manuel Imbamba, Vice-presidente da CEAST, a leitura do comunicado final onde se destacam a aprovação da Mensagem Pastoral ‘Jovem e a Fé celebrada’ (para o segundo ano do triénio) e a Nota Pastoral sobre a Música Sacra, bem como, a eleição de novos membros.

Conselho permanente: Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Dom José Manuel Imbamba, Dom António Francisco Jaca, Dom Dionísio Hisiilenapo, Dom Vicente Carlos Kiazico, Dom Emílio Sumbelelo, Dom Estanislau Marques Chindecasse, Dom Gabriel Mbilingi, Dom Zeferino Zeca Martins, Dom António Manuel dos Santos.

Comissões Episcopais:

Doutrina e fé, Seminários, Clero, presidente Dom Benedito Roberto

Membro: Dom Pio Hipunyati.

Pastoral Social: Caritas, Saúde e Pastoral da Criança, Presidente Dom Estanislau Marques Chindecasse.

Membro: Dom José de Queirós Alves

Justiça e Paz e Migrações, Presidente Dom Gabriel Mbilingi

Membro: Dom Zeferino Zeca Martins

Laicado, Família e vida, Presidente Dom Emílio Sumbelelo

Membro: Dom Dionísio Hisiilenapo

Liturgia, Ecumenismo e Santuários, Presidente Dom Luzizila Kiala

Membros: Dom Joaquim Ferreira Lopes, Dom Vicente Carlos Kiaziku

Cultura e Comunicação Social, Presidente Dom José Manuel Imbamba

Membro: Dom Jesus Tirso Blanco

Educação Cristã (catequese e escolas católicas), Presidente Dom Almeida Kanda

Membros: Dom José Nambi e Dom Eugénio dal Corso

Pastoral Bíblica, Presidente Dom Dionísio Hisiilenapo

Pastoral Juvenil e Universitária, vocações e Escutismo, Presidente Dom Belmiro Cuica Chissengueti

Membro: Dom José Nambi

Conselho Episcopal para UCAN: Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Dom Francisco Jaca, Dom Zeferino Zeca Martins, Dom Belmiro Cuica Chissengueti

Conselho Económico da CEAST: Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, Dom António Francisco Jaca, Dom Luzizila Kiala e Dom Emílio Sumbelelo.

Delegado á IMBIZA/SECAM: Dom Estanislau Marques Chindecasse

Delegado á vida consagrada: Dom Vicente Carlos Kiaziku

Porta-voz da Conferencia: Dom Belmiro Cuica Chissengueti

Obras Missionárias Pontifícias (OMP) Dom Eugénio Dal Corso  

Nas conclusões e recomendações os bispos renderam graças e louvores pelo jubileu dos 50 anos da CEAST e agradeceram a todos os fieis de Angola e São Tom, pela forma alegre e comprometida como viveram e exprimiram a sua fé durante as celebrações bem como a Sua Eminência Cardeal Fernando Filoni, Perfeito da Congregação para Evangelização dos Povos, pela sua presença e solicitude pastoral.

Saudaram o recém terminado Sínodo para os jovens que teve lugar em Roma.

Os Bispos no exercício da sua missão profética de ensinar, santificar e governar, renovaram o seu compromisso em prol da vida, da dignidade da pessoa humana do bem comum, do convívio harmonioso, da justiça e da paz, privilegiando os mais desfavorecidos e desprotegidos.

Os Bispos dedicaram uma atenção especial aos futuros sacerdotes, ouviram e apreciaram com bastante interesse os trabalhos já realizados em torno da Ratio Nationalis.

A pastoral da criança os Bispos encorajaram a sua propagação nas paróquias e incentivaram os párocos a concretiza-la e animá-la.

Olhando para a realidade do nosso País, os bispos reconhecem a apoiam os esforços que estão a ser feitos de repor a ordem, a legalidade, a moral pública, a disciplina e o convívio plural e harmonioso entre os cidadãos e apelam para que em qualquer circunstancia nunca se perca de mira a salvaguarda dos direitos humanos.

Outrossim, lamentam verificar que as famílias ainda continuam aflitas por falta de respostas rápidas aos variados problemas com que se debatem, a saúde mantêm-se enferma, o poder de compra dos cidadãos continua a quem do desejado, as intrigas políticas e pessoais tendem a usurpar a distrair os interesses e as urgências da Nação. Por isso apela para que, sobretudo entre os políticos, se mantenha vivo o espírito de diálogo e busca comum de soluções plausíveis para o bem da Nação, da unidade, da reconciliação nacional e da paz, e entre todos reine o espírito de tolerância, respeito e serenidade na expectativa de dias melhores.  

Depois das conclusões e recomendações, os Bispos responderam algumas perguntas feitas pelos jornalistas presentes na Conferencia de Imprensa, e um delas foi em relação a Diocese de Cabinda, que segundo enuncia do seu Bispo Dom Belmiro Chissengueti vive numa extrema pobreza.

E sobre a mensagem pastoral ‘Jovem e a Fé celebrada’ (para o segundo ano do triénio), os bispos lembram aos jovens que o maior anseio de um jovem cristão deve ser a sua participação sacramental de maneira livre, consciente, responsável e missionária.

Escute: Bispos da CEAST encerram II Assembleia Plenária Anual