Você está aqui Religiosa Dioceses  

No encerramento de mais uma peregrinação Dom Jaca apela a partilha e o amor

Segunda, 30 Julho 2018  vanda de carvalho

No encerramento de mais uma peregrinação ao Santuario da Santa Ana, que decorreu sob o lema” Com santa Ana sigamos a Cristo, joven venha celebrar e festejar connosco siguindo a Cristo hoje e sempre”, o administrador apostólico de Caxito, Dom António Jaca, defendeu a necessidade dos cristãos partilharem o amor que têm para que Deus possa multiplicar.

“Deus precisa de gestos de partilha para acudir os mais pobres”, adiantou o prelado.

Segundo Dom Jaca, o mundo, em particular a África, sofre de amor, de pão, fruto do egoísmo de alguns que se apropriam dos bens que Deus colocou a disposição de todos.

Esta é a 11ª peregrinação a Santa Ana de Caxito, que aconteceu de 27 a 29 de Julho.

Vários peregrinos vindos das várias dioceses de Angola, participaram desta peregrinação, onde fizeram parte de todas as actividades, incluindo a procissão de velas pelas várias artérias desta cidade, em reconhecimento à presença de Deus na vida quotidiana dos homens.

Os fiéis caminharam com as mãos no ar, com velas acesas, rezando o "terço", intercalado com cânticos de louvores, acção de graça e súplicas pelas ruas da cidade de Caxito que congregaram um grande número de peregrinos que caminhavam num clima de oração e meditação até a Sé Catedral.

Os cristãos transportavam consigo uma imagem de Nossa Senhora de Santa Ana, de modo a manifestarem claramente o profundo respeito e veneração que têm pela mãe de Jesus Cristo.

Alguns devotos prestaram a sua veneração à Santa no local onde estava a imagem, enquanto outros passaram à noite sob rezas e cânticos religiosos.

O santuário, construído em 1885, é um dos locais de eleição de devotos, repositório das preces de todos quanto recorrem às benesses da Santa Ana, principalmente para o alcance de bênção relacionada com a maternidade ou o recurso à sua atenção maternal.