Você está aqui Religiosa Dioceses  

Dom Filomeno destaca no Domingo de Pascoa o sentido da ressurreição

Quarta, 24 Abril 2019  vanda de carvalho

Na Arquidiocese de Luanda, a celebração da Pascoa do senhor aconteceu na Sé Catedral, Paróquia de Nossa Senhora da Conceição. Presidiu a mesma Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias e concelebrada pelo Vigário Geral da Arquidiocese, Padre António Lunguieky Pedro e o Pároco, Cónego Antero beije.

Na sua homilia Dom Filomeno várias vezes entoou o cântico de aleluia, pela ressurreição do senhor.

O prelado católico destacou o sentido da ressurreição de Cristo, afirmando mesmo, “ Se Cristo não ressuscitou então a nossa fé é em vão”, adiantou que neste dia Jesus faz a mesma pergunta que fez a Marta, a mesma que ouvimos alguns dias “ Eu sou a ressurreição e a vida acreditas nisto”? E nós que fizemos deste mistério, de que forma consciência ressuscitou e vivi em nós, mudou de forma determinante a nossa existência.

“ É mais uma informação numa sociedade de informação associada a tantas outras, que ou arquivamos ou descartamos, talvez por estarmos tão habituados a ideia da ressurreição que já não percebemos como o significado do túmulo vazio é extraordinário, e no entanto esta é a nossa fé, nossa proclamação, ele não está aqui, “ ele ressuscitou como tinha anunciado vinde e vede o lugar onde repousava”.

Dom Filomeno continuou falando do mistério da que a nossa fé nem pode compreender nem explicar, mas que tem adesão que o mistério merece, adesão que o mistério impõe, adesão que o mistério em si mesmo, sustenta, dá racionalidade, “ nós afirmamos assim apesar dos limites e das nossas duvidas, apesar deste mundo dos mistérios que escapa o mundo do experimental que é o mundo mais habitual do nosso modo de conhecer  e de nos aproximarmos da realidade, nós afirmamos que sim, que acreditamos”.