Você está aqui Mundo PALOP  

SADC anula deslocação da sua missão ao Zimbabwe

Quarta, 22 Novembro 2017  vanda de carvalho

No quadro da crise no Zimbabwe, havia sido decidida pelo Órgão de Cooperação Política, Defesa e Segurança a deslocação dos dois presidentes para avaliar a situação no terreno e buscar mecanismos para solucionar o impasse instalado com as contestações em torno da liderança de Mugabe.

A decisão foi tornada pública no final da Cimeira da Troika do órgão de Cooperação Política, Defesa e Segurança da SADC, realizada nesta terça-feira, em Luanda. A participação dos dois estadistas deve-se ao facto de Jacob Zuma ser o líder da organização regional e de João Lourenço, o responsável pelo órgão de cooperação política, defesa e segurança.

Escute: Comunicado da SADC da cimeira Extraordinária do órgão de cooperação política, defesa e segurança

A missão no entanto acabaria por ser cancelada em função da mudança do quadro com a renúncia de Mugabe, os presidentes de Angola e da África do Sul já não se deslocam esta Quarta-feira a Harare.

A Cimeira da Troika + 1 é composta pelo Presidente da República de Angola, João Lourenço, na qualidade de presidente do Órgão da SADC para área de Cooperação Politica, Defesa e Segurança, o Presidente da Zâmbia, Edgar Lungo, e o Presidente da Tanzânia, John Magufuli, representado na cimeira pelo ministro das Relações Exteriores, Augustinho Maínga.   

Na noite de 13 deste mês, militares cercaram a residência do Presidente da República do Zimbabwe, Robert Mugabe, tomando de assalto as instituições públicas e detiveram personalidades influentes da política e sitiaram a cidade capital, Harare, o que deteriorou a situação política e militar naquele país.