Você está aqui Mundo PALOP  

Refugiados em Angola pedem a criação de mecanismos que facilitem a obtenção de documentos

Quinta, 21 Junho 2018  vanda de carvalho

O Mundo assinalou nesta Quarta-feira o dia do refugiado, data que se presta a homenagem à resistência e à força de todos os refugiados do mundo que foram obrigados a fugir de suas casas por motivos de perseguição, calamidades ou de guerra.

Foi no ano 2000 que a ONU instituiu o Dia Mundial do Refugiado, com o objectivo de consciencializar os governos e as populações para o problema grave dos refugiados.

Estima-se que existem mais de 45 milhões de pessoas espalhadas pelo mundo que foram forçadas a encontrar um novo local para viver. As regiões mundiais com mais refugiados são o Médio Oriente, o Sudeste Asiático, a África Oriental e o Corno de África. Segundo o Parlamento Europeu, na Europa, os países que mais protecções oferecem a refugiados são a Suécia, a Alemanha, a França, a Itália e o Reino Unido.

Entretanto ainda são várias dificuldades que os refugiados encontram nos Países de acolhimento, Angola não foge á regra, dificuldades na obtenção da Documentação, impede a integração dos refugiados no mercado de trabalho.

Escute: Repórter Jerónimo Domiano – Dia do Refugiado