Você está aqui Religiosa Comunidades  

Bispos da CEAST felicitam os 20 anos de ecclesia

Domingo, 19 Março 2017  vanda de carvalho

Depois de terem participado na cerimónia da reabertura do seminário de teologia, os bispos da Conferencia Episcopal de Angola e São Tome, Dom José Manuel Imbamba, vice-presidente e Arcebispo de Saurimo, Dom Dionisio Hisilenpo, bispo do Namibe e Dom Pio Hipuniati, bispo de Ondjiva, não deixaram de felicitar os trabalhadores da Emissora Católica de Angola, pelos 20 anos desde que foi reaberta a 19 de Março de 1997.

Escute: Rádio Ecclesia 20 anos depois da sua reabertura- Bispos da CEAST deixaram as suas felicitações

A Rádio Ecclesia de Angola, fez a sua primeira emissão em 8 de Dezembro de 1954, para assinalar o encerramento do Ano Santo Mariano. Com um emissor de ondas curtas de 50 Watts, "a aparelhagem era modesta. O emissor de fraquíssima potência. Os discos, pouco ou mais de meia dúzia… as instalações exíguas, no primeiro andar dum prédio da Rua de S. Paulo". As emissões diárias começaram em 19 de Março de 1955, tendo como Director o Padre José Maria Pereira.

Em Março de 1997, exactamente 42 anos depois do início das emissões regulares, e cerca de 20 anos após ter sido encerrada, a Rádio Ecclesia foi re-inaugurada, na presença de sua Eminência o Cardeal D. Alexandre do Nacimento, Arcebispo de Luanda e Presidente da Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé, do Ministro da Comunicação Social e outras individualidades eclesiásticas e personalidades do mundo da Comunicação Social de Angola. As novas instalações, no bairro de S. Paulo, situam-se no edifício sede da Conferência Episcopal de Angola e S. Tomé – CEAST.

Como Emissora Católica, a Rádio Ecclesia tem como fins específicos, além dos consagrados para todos os Órgãos de Comunicação Social:

Garantir o direito dos Angolanos à informação; - difundir valores evangélicos, de modo a tornar a sociedade angolana mais justa, fraterna e solidária;  - respeitar e participar no desenvolvimento integral da pessoa, que implica as dimensões culturais, transcendentais e religiosas do homem e da sociedade angolana; - criar um espírito de tolerância, respeito e convivência pacífica entre todos os angolanos.

A actual programação, é emitida em FM 97.5 MHz para Luanda e arredores e via Internet (Emissão Online;" ), com 24 horas de emissão diária