Você está aqui Religiosa Comunidades  

Novo executivo que cumpra a promessa da construção da basílica da Muxima apela Secretário-geral da CEAST

Segunda, 28 Agosto 2017  vanda de carvalho

O Secretario geral da CEAST e bispo da diocese de Caxito, Dom António Jaka, renova esperança do compromisso que o governo fez, para com a Igreja Católica, da construção da Basílica da Muxima.

Dom António Jaca espera que o novo governo que for oficializado na próxima semana, depois da divulgação definitiva dos resultados eleitorais, possa materializar, fora do papel, com o projecto da construção da Basílica da Muxima.

Escute: Repórter Jerónimo Domiano – Maqueta Muxima

Localizada na província do Bengo, a vila de Muxima – que na língua nacional quimbundo significa “coração” – foi ocupada pelos portugueses em 1589 que, dez anos depois, ali construíram uma fortaleza e a igreja de Nossa Senhora da Conceição, também conhecida como “Mamã Muxima”.

No santuário pontifica uma imagem da virgem Maria e o local, segundo a Igreja Católica angolana, tornou-se de “devoção espiritual que tem passado de geração em geração”, sendo o “maior espaço de devoção popular em Angola e em toda a África Cristã”, com os peregrinos a chegarem por via terrestre e fluvial.

Segundo reza a história, Nossa Senhora apareceu por duas vezes naquele local.

A última peregrinação anual a Muxima realizou-se entre 5 e 6 de Agosto de 2017.