Você está aqui Religiosa Comunidades  

A igreja não é a favor da imigração ilegal mas estado angolano precisa melhorar lei migratória

Quarta, 06 Fevereiro 2019  vanda de carvalho

Encerrou na Arquidiocese de Luanda o III Curso dos Formadores da Comissão Episcopal da Pastoral para os Migrantes e Itinerantes – CEPAMI, que aconteceu de 28 de Janeiro a 1 de Fevereiro, em Luanda, onde estiveram presentes mais de 40 participantes.

A Secretária executiva da Comissão da Pastoral dos Migrantes e Itinerantes afirma que a Igreja não é a favor de migrantes em situação irregular, mas que o Estado angolano precisa melhorar lei migratória.

A afirmação exortação foi feita aquando do encerramento da 3ª Formação Nacional de Formadores da Pastoral de mobilidade humana decorrida no Centro de espiritualidade da Divina providência em Luanda.

Escute: Repórter José Quiabolo – encerramento da formação da Pastoral dos Migrantes