Você está aqui Religiosa Comunidades  

CEAST condena violência contra mulher

Segunda, 18 Março 2019  vanda de carvalho

Presidente da CEAST reprova actos de violência com fins trágicos onde os principais alvos são mulheres.

Dom Filomeno do Nascimento Viera Dias que falava na abertura dos trabalhos da I Plenária anual ordinária que decorre no edifício sede da CEAST referiu que agredir uma mulher é atingir a maternidade tendo encorajado as mesmas a denunciar tais actos.

Presentes nesta reunião estão os bispos de todas as Dioceses da Conferencia Episcopal de Angola e São Tomé, que acontece até 20 de Março e tem na mesa os seguintes destaques, Congresso Nacional do Clero, a visita Ad Limina Apostolarum e a violência Doméstica.

O presidente da CEAST começou por saudar acção dos sacerdotes e leigos na construção das comunidades tendo, minutos depois, recordado o recente encontro do papa com os presidentes das conferenciais episcopais de todo Mundo sobre a protecção de Menores na Igreja.

2019, na Igreja angolana, será marcado pela realização do primeiro congresso Nacional do Clero para quem Dom Filomeno espera deste momento um espaço de reflexão e meditação sobre a verdadeira natureza do ministério sacerdotal.

Na parte final do seu discurso, o presidente da CEAST em nome do colégio episcopal manifestou preocupação pelo elevado índice de casos de violência doméstica onde muitos dos casos terminam em mortes. Dom Filomeno encoraja por isso mesmo as mulheres  a trazerem a público os actos de violência praticados e sofridos  em qualquer espaço que se seja.

Em actualização