Você está aqui Religiosa Paróquia  

Devotos de nossa senhora preparam peregrinação a Massangano

Segunda, 28 Agosto 2017  vanda de carvalho

Já está em preparação a peregrinação anual ao santuário de Nossa Senhora das vitorias em Massangano , diocese de Ndalatando.

Os fiéis em Ndalatando e de outras partes de Angola, estão mobilizados para a peregrinação ao santuário de Nossa senhora das vitórias de Massangano que acontece de 8, 9 e 10 de Setembro, sob o lema “ Com Nossa Senhora das Vitórias sejamos assíduos na oração e na fracção do pão”.

De acordo com Frei Mubuco, a peregrinação normalmente acontece no mês de Agosto, devido ao processo eleitoral a peregrinação acontece no mês de Setembro.

As actividades religiosas incluem reza de terço, orações, confissões e vigílias. As peregrinações ao santuário desde que começaram a ser organizadas, transformaram o local num principal centro de interesse dos fiéis católicos no Cuanza Norte.

Escute: Frei António Mbunco – Preparação a peregrinação ao Santuário das Vitórias

O santuário da Nossa Senhora das Vitórias foi construído no século XVI num dos pontos do corredor do Kuanza, a menos de 100 quilómetros do santuário da Muxima. Foi edificado por padres da ordem dos Capuchinhos.

Localizado na vila de Massangano, que se situa na confluência entre os rios Kwanza e Lucala, o santuário de Nossa Senhora das Victórias, actualmente tutelado pelos padres da congregação dos Capuchinhos, foi construído no seculo XVI e classificado património cultural em 1923, através da portaria nº 81, boletim oficial nº 20 de 28 de Abril de 1923.

Além do santuário, a localidade congrega um vasto mosaico cultural, como a antiga casa de reclusão, a praça dos escravos, o tribunal, a antiga camara do então governo ultramarino de Angola, bem como um cemitério onde jazem os restos mortais de 12 padres capuchinhos, falecidos por doença após fundarem a congregação.

Entre o património material e imaterial da região figura ainda o túmulo do capitão português Paulo Dias de Novais, o fundador da cidade de Luanda, actualmente capital de Angola.