Você está aqui Religiosa Paróquia  

"Meu Diário" de Dom Alexandre Cardeal do Nascimento lançado em Luanda

Terça, 19 Dezembro 2017  vanda de carvalho

Os bispos da CEAST prestigiam esta Quarta-feira 19 a cerimónia de lançamento do livro de " Meu Diário" de Dom Alexandre Cardeal do Nascimento.

O evento que está ser organizado pela Arquidiocese de Luanda, decorre no Salão Nobre da UCAN, a partir das 16 horas e conta com Dom Zeferino Zeca Martins como apresentador da referida obra.

As memórias do Cardeal de Angola, transformadas em livro contêm 600 páginas.

O livro, tem várias vertentes, uma delas é a História, devido a participação de sua eminência em muitos acontecimentos dentro e fora da Igreja e alguns dos acontecimentos retratados na obra são históricos e dizem respeito à Igreja Católica.

Dom Alexandre Cardeal do Nascimento resignou em Fevereiro de 2001, invocando o limite de idade (75 anos), nos termos do Código de Direito Canónico.  

Para o seu lugar foi nomeado, pelo Papa João Paulo II, Dom Damião António Franklin de feliz memoria, para as funções de arcebispo metropolita de Luanda, que se tornou o quinto arcebispo da arquidiocese de Luanda.  

Dom Alexandre do Nascimento nasceu em Malanje a 1 de Março de 1925, foi ordenado sacerdote em Dezembro de 1952 e estudou na Universidade Pontifícia (Roma) e na Faculdade de Direito da Universidade Clássica de Lisboa. A permanência na capital portuguesa entre 1961 e 1971 deveu-se ao exílio político com residência fixa imposto pelo regime autoritário de Portugal.  

Em 1975 foi designado bispo de Malanje e em 1977 assumiu o governo da diocese de Lubango. Depois de um sequestro de um mês por guerrilheiros da UNITA, D. Alexandre do Nascimento foi elevado à dignidade de Cardeal em Fevereiro de 1983. A acção do Cardeal Nascimento, que também presidiu à Conferência Episcopal de Angola e São Tomé e a Caritas Internacional, foi determinante para a aceitação do português como uma das línguas de trabalho nas reuniões da Igreja Católica a nível dos bispos da África Austral.